A Presença No Mundo. Aliança E Reprodução Social Entre Os 'calós' Catalães 1

A Presença No Mundo. Aliança E Reprodução Social Entre Os ‘calós’ Catalães

Por

Os ciganos catalães, autodenominados calós, são um grupo social que escapa aos assuntos instituídos a respeito os ciganos em geral. Os calósorganizan suas práticas matrimoniais em um sistema de aliança complexo. Embora o sistema aparenta ser resultado das alternativas dos indivíduos, o casamento continua sendo um cenário consensual com a família, que por todo o caso, reserva-se o certo a sugerir, aconselhar, e, algumas vezes, instituir. A aliança entre ciganos, de preferência, catalães, é um tipo sublime, que está subordinada à ideologia da pureza de sangue: necessita fazer a raça mais pura, limpando o sangue.

A virgindade da noiva concede a um início como a qualidade, a honra (5), um valor sagrado. Aparecem dois modelos que apontam novas tendências nos tipos diferentes de alianças matrimoniais: o casamento entre primos segundos, de tendência patrilateral e, a outro nível, o casamento do primo do primo do primo indireto (6), em tuas diversas variações. “e depois diziam: “venha a tua filha pro meu filho,” e, logo em seguida, não se podiam dar pra trás em razão de tinha dado a sua palavra.

Se entre eles são família, primos, irmãos, é mais fácil ainda.” Como assinala Vinel (2000:208) sobre a aliança por dom,subjacente a esta leitura a idéia de que cultivar boas relações entre duas pessoas leva facilmente a aliança de seus descendentes, em concreto, a dar a filha em casamento.

Entre os calóscatalanes, os casamentos, ao inverso de Roma, república federal da jugoslávia (que não se casarem entre primos paralelos patrilaterales), exercem-se entre primos segundos e com uma tendência clara para que sejam anunciados os homens na cadeia genealógica ascendente.

Os calós se comportam de forma igual aos Rom abruzzeses-calabreses (12) e a inversa de Roma eslovenos (13), os quais não se casam nunca dentro da patrilínea. Todavia, os 3 grupos têm em comum uma suporte bilateral com uma robusto ideologia patrilinear. A proximidade genealógica não coincide obrigatoriamente com a proximidade social, desse modo, um primo de segundo grau, porém bem como um não parente, com o que existe uma inter-conexão intensa, pode ser ignorado como cônjuge, por ser visto como família. A aliança com a prima irmã é, ademais, algo que imediatamente não quer assumir e que se projeta em outros grupos ciganos, os castelhanos, como sinal de modernidade não.

nas seguintes figuras demonstram os esquemas de aliança tio/a sobrinho/a // tio/a sobrinho/a em nível geracional dos primos indiretos. A dezoito e vinte e dois são complementares, por causa de o sobrinho do tio materno no primeiro esquema se transforma em sobrinha no segundo esquema.

  1. Direito ao bem-estar
  2. Página cinco de 6
  3. Última aparição: Beaneath (cadáver)
  4. Qual é o tipo de comida que você mais adora preparar
  5. Bom’: (voz fr. e do inglês. parking ‘praça usado para estacionar os veículos’) estacionamento
  6. 11 Estações da rodovia de ferro
  7. 2 Ramo materno
  8. 2004: Série de comédia favorita

Na figura 9, duas primas indiretas são co-aliam a partir de 2 irmãos, expressando a solidariedade entre os dois irmãos e duas primas indiretas. Em outros esquemas observa-se como se encabalga o grau geracional, segundo a idade relativa dos noivos, em um dos níveis colaterais.

2. No dia 19, a replicação é feita por intermédio de 2 intermediários que, por tua vez, são irmãos de sexo contrário entre si. Em 34, o nível geracional se prolonga desde os ascendentes. A variabilidade desses esquemas mostra como os calós parecem jogar com todas as alternativas de aliança diversificar o campo de casal. Visto diacrónicamente é possível que uma família reproduza uma aliança entre duas famílias, no decorrer de inúmeras gerações, contudo o caso inverso, que não voltem a se aliar assim como é possível.

Em todo o caso, a reprodução da aliança inicial é realizada de modo relativamente rápida (se bem que não seja comum o intercâmbio entre irmãos e irmãs). Redoblemento de alianças expressa um limite: é a partir da troca de irmãos e irmãs, como infraestrutura não realizada, que os casamentos começam a acontecer.